Qualidade internacional comprovada e preço direto da fábrica.

Fale conosco Fale Conosco
keyboard_arrow_left
icon frete grátis
FRETE GRÁTIS Clique aqui
icon boleto
10% Off no Boleto
icon cifrão cashback
CASHBACK G PONTOS
icon chat nutricionista
Nutricionista Online Clique aqui
Benefícios do Zinco

Benefícios do Zinco

O zinco é um poderoso antioxidante, e isso significa que ele ajuda na proteção das células sadias do organismo contra a ação dos radicais livres. Além disso, participa ativamente dos processos neurológicos. No sistema nervoso central humano, existem neurônios com alta concentração de zinco, o que demonstra o seu papel relevante para o sistema neurológico.

O zinco também está diretamente associado ao processo de desenvolvimento cognitivo. Diversos estudos científicos na área apontam para a sua importância na neurogênese, nas sinapses e na migração neural. É justamente por esta razão que a deficiência de zinco está associada a problemas no desenvolvimento cognitivo de crianças.

A substância também cumpre um papel importante para a manutenção da saúde do coração. O estresse oxidativo que ocorre nas células quando elas não conseguem lidar com os radicais livres pode gerar problemas cardíacos. Tal estresse leva ao desenvolvimento de doenças cardíacas e, em casos mais graves, até mesmo neoplasias.

Por isso, a melhor maneira de reduzir os efeitos nocivos dos radicais é por meio do consumo de alimentos e substâncias antioxidantes. Outra característica importante do zinco é o seu papel no tratamento de diabetes. Baixos índices de zinco no corpo são comuns em pacientes que estão com a diabetes fora de controle.

Zinco para a pele

Zinco para a pele

O zinco desempenha um papel importante na derme, sendo essencial para diversas de suas funções: desenvolvimento, reparação, manutenção e proteção.De acordo com o estudo “Nutrição e Pele”, por se tratar de uma substância que atua como cofator de enzimas envolvidas no processo de síntese proteica, percebeu-se que o zinco também atua positivamente na cicatrização da pele.

Em pacientes com carência de zinco no organismo, observa-se, entre outros sintomas, aspereza na pele e atraso na cicatrização.

Zinco para praticantes de exercícios físicos

Zinco para praticantes de exercícios físicos

O organismo humano atua de várias formas para prevenir os efeitos do estresse oxidativo. Algumas dessas formas de prevenção e proteção dependem do zinco. A prática de atividades físicas contribui para o aumento de chances de ocorrência de lesões musculares.

Nesse contexto, o zinco, em razão de suas propriedades antioxidantes, protege na redução do risco de danos.

Inclusive, praticantes de atividades físicas com ingestão dietética de zinco insuficiente podem realizar a suplementação com o propósito de compensar as perdas associadas à prática das atividades.

Quando consumir zinco

Quando consumir zinco

O zinco só deve ser consumido se houver necessidade de suplementação. Por estar presente em alimentos, ele é ingerido por meio de uma dieta equilibrada e saudável. Entretanto, pessoas com deficiência da substância no organismo devem suplementar.

Como consumir zinco

Como consumir zinco

A ingestão de zinco, seja na forma de alimento ou suplemento, deve ser realizada com o acompanhamento de um nutricionista. Essa orientação é importante pois a combinação do zinco com outras substâncias pode impactar — tanto positivamente quanto negativamente — na sua absorção.

Por exemplo, a ingestão do café junto com o suplemento de zinco poderá contribuir para a redução da absorção do nutriente pelo organismo. Em contrapartida, se ingerir um alimento rico em vitamina C, como uma laranja ou acerolas, a absorção pode ser mais eficiente.

Daí resulta a importância do acompanhamento nutricional, em qualquer estratégia de suplementação. Além de avaliar as particularidades de cada paciente, o nutricionista poderá orientar a respeito dos hábitos e formas de ingestão mais adequados.

Quantidade diária de zinco

Quantidade diária de zinco

A ingestão de zinco em níveis elevados pode causar prejuízos à saúde. Por isso, a recomendação é conversar com o nutricionista que vai avaliar quais são as quantidades adequadas para o seu organismo.

A quantidade diária indicada leva em consideração hábitos alimentares, dieta e eventuais patologias preexistentes, bem como situações específicas, como períodos de gestação e lactação.

A quantidade a ser ingerida diariamente depende de cada paciente. Por isso, apenas um profissional terá condições de orientar em relação à ingestão. Não faça uso de suplementos sem o suporte de um nutricionista ou profissional da saúde habilitado.

Apresentamos a seguir uma tabela com indicação de quantidades, para que você perceba como elas podem variar de uma pessoa para outra, principalmente a partir da análise da dieta. Isso ajuda a compreender a importância do acompanhamento nutricional.

Tabela com indicação de quantidades
Para quem é indicado o zinco?

Para quem é indicado o zinco?

O zinco é recomendado para pessoas que têm deficiência ou insuficiência dessa substância no organismo. Quem consome quantidades adequadas de zinco na alimentação não precisa, necessariamente, realizar a sua suplementação.

No caso dos praticantes de atividade física, a suplementação do zinco pode ser uma alternativa interessante, mas para isso a pessoa deve buscar a avaliação e recomendação de um nutricionista, a fim de evitar ingestão desnecessária ou em quantidades que eventualmente possam causar algum tipo de prejuízo para a saúde.

Contraindicação do zinco

Contraindicação do zinco

Não há contraindicações de consumo de zinco por pessoas saudáveis, porém, recomenda-se sempre uma avaliação nutricional a fim de identificar a real necessidade de suplementação. Quem tem doenças ou condições clínicas especiais, como gestantes, por exemplo, deve ficar ainda mais atento, só ingerindo suplementos com orientação e acompanhamento de um profissional.

SUPLEMENTO DE ZINCO COM O MELHOR PREÇO NA GROWTH

SUPLEMENTO DE ZINCO COM O MELHOR PREÇO NA GROWTH

Na Growth, você encontra uma linha completa de suplementos que vão trazer ganhos para o seu bem-estar físico e mental. Além do zinco, você encontra opções como o BCAA, ZMA e whey protein. Um rol completo de produtos destinados a diferentes objetivos nutricionais e estratégias.

É importante lembrar que a suplementação alimentar deve ser feita a partir da orientação de um profissional da área de saúde. Por isso, recomendamos que você consulte um nutricionista para que ele monte um plano alimentar balanceado e adequado às suas necessidades. O profissional também poderá orientar em relação ao consumo de suplementos, de acordo com as necessidades de cada paciente. Não faça uso de vitaminas e suplementos sem acompanhamento de um profissional.

REFERÊNCIAS

7 resultados