Para que serve Glutamina

Atualmente as intervenções nutricionais são os métodos que visam o aumento da performance mais estudados por profissionais. A suplementação com glutamina serve para a melhoria tanto na performance atlética durante os treinos quanto na otimização do tempo de recuperação muscular.. Glutamina é o aminoácido livre mais abundante no organismo, a suplementação de glutamina é uma estratégia utilizada em situações onde há estresse físico e mental, isto, pois estes níveis de tensão geram intenso catabolismo muscular, como exemplo de estresse podemos citar exercícios prolongados e intensos.

A suplementação com glutamina para indivíduos que se exercitam dentro destas características (intenso e/ou prolongado) justifica-se pelas alterações significativas que acometem a concentração plasmática deste aminoácido. O treinamento intenso e o exercício exaustivo podem ocasionar redução na quantidade de glutamina livre no plasma, esta condição pode gerar redução da atividade do sistema imune, aumentar o catabolismo muscular, levar ao aumento da lesão induzida pelo exercício e também influenciar negativamente na recuperação muscular de atletas. Glutamina é um aminoácido essencial para diversas funções homeostáticas e para o funcionamento normal de um grande número de tecidos corporais, com destaques para o sistema inume e intestino. Entretanto, durante vários estados catabólicos incluindo infecções, cirurgias, trauma, acidose e exercícios exaustivos a homeostase de glutamina é colocada sob situação de estresse, e as reservas de glutamina, em particular aquelas do músculo esquelético, são depletadas. Tendo em vista que em condições extenuantes o consumo da glutamina excede a sua síntese endógena, levando em consideração os malefícios e prejuízos desencadeados quando os níveis de glutamina estão baixos, justifica-se a suplementação na busca por minimizar os danos causados aos tecidos que estão envolvidos na síntese e liberação deste aminoácido (músculo esquelético, pulmões, fígado e cérebro), diante da sua importância metabólica, é fundamental que haja constante fornecimento de glutamina. De uma forma geral podemos dizer com segurança que glutamina deve ser usada quando existe objetivo de:

- Produzir nitrogênio (importante para hipertrofia muscular)

- manutenção do pH do tecido muscular (fundamental para suportar sessões de treino extensas)

- Estimular a via de detoxificação de amônia.

- Promover melhora na permeabilidade gástrica (melhora na oferta de nutrientes)

- Aumentar a resistência do sistema imunológico.

- Produzir elementos antioxidantes.

- Estimular a produção de nutrientes vasodilatadores.

Atualmente os benefícios com o uso de glutamina tem sido exaustivamente estudados, hoje em dia temos na literatura muito bem documentadas as informações efeitos sobre o efeito da suplementação de glutamina em atletas, submetidos a exercícios intensos e prolongados, têm sido realizados, visando observar os possíveis benefícios deste aminoácido no sistema imune, na performance e na ressíntese do glicogênio.

Saiba como tomar