Como tomar Óleo de Peixe

As propriedades desse óleo natural têm conquistado uma legião de fãs, atletas ou não. Isso porque a lista de benefícios se estende não só para quem pratica atividade física. Os impactos são sentidos em diversas áreas da saúde, sendo essa substância indicada até mesmo por seus benefícios ao sistema cardiovascular. Além do coração, os ácidos graxos contidos no óleo de peixe ajudam na prevenção de diversas doenças e são indicados para qualquer idade. Para quem pratica atividade física, o resultado é ainda melhor.

Ácidos graxos: por que são tão benéficos?

Pense em uma rotina intensa de exercícios físicos. Isso leva seu corpo a um certo desgaste, especialmente se você está buscando a progressão nos resultados. O aumento de cargas e também as séries mais desafiadoras fazem com que seu corpo se desgaste. Para manter uma rotina saudável e equilibrada, o ômega 3 contido no óleo de peixe é o melhor artifício para ajudar seu corpo a se recuperar e combater os radicais livres. Dessa forma, você estará sempre pronto para enfrentar desafios cada vez maiores. Os ácidos graxos essenciais serão seus melhores amigos nesse processo.

Óleo de peixe e ômega 3

Em geral, muita gente se confunde, e você já deve estar se perguntando: “Qual a diferença entre o óleo de peixe e ômega 3?” O óleo de peixe é um óleo natural extraído de algumas espécies de peixe, especialmente os de água fria. O ômega 3 é justamente o nutriente presente em grande quantidade nesse ingrediente. O ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosa-hexaenoico (DHA) são dois ácidos graxos indispensáveis para a formação das estruturas celulares.

Omega-3 está presente em alguns alimentos, porém em baixas concentrações, por este motivo torna-se prático suplementar, já que você consegue quantidade suficiente em um só suplemento, suprindo a necessidade pela quantidade de ômega 3 por dia. Isso é ideal especialmente pela rotina corrida e para garantir sempre a nutrição adequada. O ômega 3 emagrece quando combinado com a programação adequada e a prática de atividades físicas, por isso, não deixe apostar nele.

Como tomar ômega 3

Para saber mais sobre ômega 3 como tomar, sempre busque o aconselhamento de um profissional. Isso porque somente o nutricionista será capaz de apontar a quantidade ideal e também a melhor indicação do nutriente. Lembrando sempre que é a necessidade do seu corpo que define as quantidades a serem tomadas, e não o contrário. De modo geral, o Ministério da Saúde recomenda uma quantidade genérica de consumo diário, que varia de 1 a 3 gramas desse nutriente por dia. E o mais importante é sempre manter uma ingestão regular, ou seja, ter disciplina na rotina de consumo, já que os efeitos são sentidos com o uso diário. Dessa forma, não ultrapasse a quantidade ideal ou esqueça de tomar algum dia.

Óleo de peixe: restrições

Em geral, a maneira de como tomar ômega 3 e sua inclusão na dieta não apresentam restrições, porém indivíduos praticantes de atividade física que buscam hipertrofia devem manter intervalo de pelo menos 4hr da ingestão do suplemento para o treino. Ele pode ser ingerido por gestantes, crianças, jovens, adultos e idosos, desde que isso seja indicado por um profissional competente.

Os benefícios são ainda mais nítidos para quem pratica atividade física. Em especial quem está focado nos treinos mais intensos ou prolongados, ou seja, que demandam uma maior oferta de energia no organismo e também dos nutrientes usados na recuperação. O consumo do ômega 3 está intimamente ligado à saúde e à recuperação dos tecidos recrutados durante o treino, estes efeitos acontecem através da modulação dos processos inflamatórios no tecido muscular.

Melhor horário para tomar ômega 3

Ao incluir esse suplemento, você deve estar se perguntando sobre o melhor horário para tomar ômega 3. É preciso pensar tudo isso em relação ao seu horário de treino e à sua programação da dieta. A sugestão da Growth Supplements é consumir esse suplemento cerca de quatro horas antes ou depois dos exercícios físicos. A indicação pode variar de acordo com as suas necessidades, mas, em geral, aconselha-se também incluir no almoço ou no jantar, associando com a sua refeição.

Ômega 3 como tomar: antes ou depois do treino

O foco do ômega 3 musculação está justamente na melhora da recuperação pós-treino. É por isso que ele precisa ser consumido com um certo intervalo do treino, permitindo que seu corpo consiga absorver todos os nutrientes e os use no momento em que organismo mais precisa. A sugestão do especialista da Growth Supplements é sempre apostar na distância média de quatro horas antes ou depois do seu treino. Isso garante que haja uma eficácia maior na ação e o aproveitamento de todas as potencialidades desse óleo natural.

Escolha o tipo certo de ômega 3

Para otimizar ainda mais os resultados, é possível escolher produtos específicos para as suas necessidades. A Growth oferece duas variações desse suplemento: o Óleo de Peixe Ômega-3 ULTRA e o Óleo de Peixe Ômega-3 NORMAL. O que diferencia essas versões é a concentração de EPA e DHA, ou seja, os dois ácidos graxos presentes no ômega 3. A versão ULTRA oferece 1000 mg de EPA e DHA com duas cápsulas. A versão NORMAL oferece 600 mg em duas cápsulas do suplemento. Para saber qual delas é mais vantajosa, consulte sempre seu nutricionista e entenda as necessidades do seu corpo.

Atletas que tomam óleo de peixe

  • Dudu Haluch
  • Leandro Twin
  • Cléber Morais
  • Endryls Curato