Como tomar L-leucina

A leucina é o principal elemento do grupo dos aminoácidos, principalmente para quem está em busca de hipertrofia, já que auxilia no ganho de massa magra. Isso porque, entre os benefícios que esse elemento pode proporcionar a você, está o estímulo da síntese de massa muscular.

Por conta disso, a sugestão é que esse suplemento seja ingerido no pós-treino, seja em algum tipo de bebida, seja junto com a refeição sólida. Assim, você garante que o seu organismo absorva os nutrientes necessários para garantir o melhor resultado a partir da sua rotina de exercícios.

L-leucina: suplemento essencial

Os aminoácidos são essenciais para que o seu metabolismo realize atividades. Se você busca hipertrofia, vale a pena investir em uma suplementação à base de L-leucina, pois ela auxilia na síntese de proteínas, o que contribui para o ganho de massa magra e a definição do seu shape.

Apesar de ser preciosa para o bom funcionamento do nosso organismo, o corpo humano não consegue produzi-la. Portanto, a suplementação torna a absorção da leucina possível. Junto com outros tipos de aminoácidos – valina e isoleucina –, ela forma o famoso BCAA, cadeia ramificada conhecida e muito consumida por atletas, sobretudo os que praticam musculação.

Seu consumo pode ser aliado a outros tipos de suplementos, como o Whey Protein – proteína do soro do leite – e os termogênicos, que aceleram o metabolismo. Vale ressaltar que essa recomendação só pode ser feita por um nutricionista, já que esse profissional deve indicar a quantidade ideal para a sua rotina de treinos de acordo com a sua dieta, garantido que ela continue balanceada.

L-leucina: para que serve

Esse componente aumenta a produção de insulina, que é convertida em ácidos graxos e proporciona mais energia para seus treinos. Devido a essas vantagens, a composição do BCAA da Growth Supplements possui uma alta concentração de leucina, contribuindo para fornecer energia e evitar a fadiga muscular durante os exercícios.

Por aumentar os níveis de insulina no corpo, esse suplemento também consegue fazer com que a perda muscular seja evitada, preservando sempre o ganho de massa muscular e a definição do seu corpo. Dessa forma, esse elemento pode ser indicado para idosos, evitando a chamada sarcopenia, que é o processo natural de perda de massa muscular. Antes de iniciar o consumo, sempre consulte um nutricionista!

Alimentos ricos em leucina

Como a leucina não é produzida pelo nosso organismo, ela pode ser obtida por meio da alimentação, além da suplementação. Alguns grupos são conhecidos por concentrar uma quantidade considerável desse componente, como é o caso das carnes, aves e peixes.

Os produtos lácteos também são ricos em leucina, já que apresentam uma grande quantidade de proteínas. Da mesma forma, encontra-se nos grãos, algumas oleaginosas, legumes e todos aqueles que são feitos à base de soja.

Você pode tirar todas as suas dúvidas sobre a leucina e os demais suplementos alimentares da Growth Supplements com o nosso nutricionista Diogo Círico. Ele está online e disponível para atendê-lo, garantindo que você tenha o mesmo suporte que os atletas do #TEAMGROWTH.